Results tagged “outros alunos da OMNI”

Raquel, páginas 10 e 11




Página 10
Raquel: Logo chegamos ao campus
Raquel: Grande...
Raquel: Arborizado, com vários prédios espalhados entre o verde....
Raquel: Tudo parecia lindo, novo e perfeito.
Raquel: Como nunca tinha ouvido falar daqui antes??
Mário: Chegamos no conjunto residencial... Vocês descem aqui.
Mário: Peguem as chaves dos seus alojamentos, guardem a bagagem no quarto de vocês...
Página 11
Mário: "...daqui meia hora um guia os levará para conhecer todo o campus.
Mário: Bom dia e até mais tarde."
Raquel: E assim como chegou...
Raquel: ...ele se vai
Raquel: Soltando três estudantes numa terra estranha...

A história até agora: Raquel está em um ônibus, relembrando a misteriosa carta que a leva até a cidadezinha de Gádira, onde fica a misteriosa "Universidade O.M.N.I."
Chegando na cidade, ela e outros jovens são recebidos por Mário, que se diz funcionário da Universidade e os leva até lá...

(Raquel é uma história em quadrinhos, escrita por mim e desenhada pelo Miguel Jacob. É o "remake" de uma história que já fiz mais de uma vez, mas dessa vez pretendo que seja a definitiva :))

Um dos sites em que publico as tirinhas em inglês, o The Duck (tá, esse "o" ficou estranho, já que a tradução fica "o O Pato", é tipo falar que "sou rápido como o The Flash"...) elegeu Mushiíces como a "melhor tirinha com protagonistas crianças". Eu to besta até agora com isso *-*

Por sinal, no longínquo ano de 2001 (ninguém aqui era nascido ainda :P) a votação em um site me colocou em 3º lugar como melhor roteirista e melhor HQ online (Raquel, em sua segunda encarnação). Fazendo as contas rapidinho, ambas as votações deviam ter só três candidatos, mas ser citado em tempos pré-rede sociais já foi uma vitória imensa. Tanto que demorei quatro anos para descobrir que existiu essa votação o.o'

Fim do ano passado, li uma série de livros, a trilogia WondLa (preciso resenhar), escrita e ilustrada por um dos melhores desenhistas que conheço, Tony DiTerlizzi. Confesso que comprei sem esperar muito, afinal, era um desenhista escrevendo, e a série me surpreendeu positivamente: tem alguns problemas por ser escritor iniciante, mas construção de mundo, personagens, etc, muito bem feitos. E, depois de ter lido os três livros, soube que a cada livro lançado, ele tinha feito um livretinho com rascunhos dos personagens, lugares etc. Claro que eu quis! Mas não achei a venda em canto nenhum da internet.... e acabei perguntando pro próprio autor como conseguir.
Não é que ele me manda os livretos autografados??? :D Isso fez meu dia por vários dias seguidos :DDD

Na medida que acho legal que um autor é atencioso com seu público, é triste como várias séries legais (de livros, de HQs, de desenhos animados, seriados etc) não tem o devido reconhecimento. Não precisam estourar como Harry Potter ou Jogos Vorazes, mas seria mais justo se mais gente conhecesse ao menos. Eu que não consumo muitos livros/HQs porque sou lerda pra ler conheço várias pérolas que pouca gente ouviu falar, tipo WondLa mesmo, ou a brasileira Rani do Jim Anotsu. =/

1) Falando em WondLa, fiz uma fanart da personam principal da série, Eva Nove, para agradecer os livretos. A arte simplezinha está aqui ^^
2) Ano passado encomendei uma estátua de Raquel e Catarina pela pra lá de talentosa MDDragons. Estes dias ela postou no facebook mais fotos das duas prontas (com direito a link para as minhas histórias). Vão lá e prestigiem o trabalho dela :D
Por sinal, se quiserem conferir Klara e Maria por ela, livremente inspirado nesse desenho meu, entrem aqui :D


3) no meu blog fiz uma postagem falando basicamente que é "raro menino arriscar usar algo feminino, quando as meninas praticamente não tem neurose quanto a isso"
4) também no blog outra postagem em cima dessa pixação que vi na Paulista, ano passado:

...óbvio que concordo, e muito, com a frase ò_ó
5) e, pra finalizar, fiz a resenha de três HQs (além de por uma lista parcial dos livros que andei comprando e lendo):

• a curtíssima Culpa, da citada acima Cristina Eiko.
Nimona, da gringa Noelle Stevenson e
American Flagg!, de Howard Chaykin.

Ei, quer receber tirinhas e páginas de Raquel no conforto do teu e-mail, muito antes de eu publicar no site? Cliquem aqui e preencham este formulário :D

Raquel, páginas 5 e 6




Página 5
Raquel: Fora isso, não achei um átomo a mais de informação sobre.
Raquel: (que sono, não dormi nada...)
Raquel: assim mesmo, a doida aqui decidiu sair da cidade e ir conhecer a tal universidade:
Raquel: afinal, segundo a carta, a tal O.M.N.I. me oferecia uma viagem gratuita para conhecer suas dependências,
Raquel: sem nenhum compromisso da minha parte,
Raquel: mais alimentação e estadia *de graça* por dois dias e...
Raquel: bom, é de graça, né?
Raquel: Na pior das hipóteses, passo um fim de semana sem ouvir meu irmão me chamando de inútil...
Raquel: Na melhor das hipóteses, mudo de cidade e de rotina, dou uma arejada na minha vida :)
Página 6
Raquel: Espero não me arrepender
Raquel: Me sinto nas portas de um trem fantasma...
Raquel: "Lasciate ogni speranza, voi ch'intrate"

A história até agora: Raquel está em um ônibus, relembrando que quase passou em todos os vestibulares que fez e da carta da misteriosa "Universidade O.M.N.I.", que a chamou....

Para quem chegou agora: Raquel é uma história em quadrinhos, escrita por mim e desenhada pelo Miguel Jacob. É o "remake" de uma história que já fiz mais de uma vez, mas dessa vez pretendo que seja a definitiva :)

Confesso que tava com preguiça e meia de fazer esse texto =p Não que eu não queira ou não goste de fazer, mas simplesmente bateu preguição, quem nunca? Fui à praia com namorada e amigos no último feriado, e como foram dias nublados e de chuva, mais descansamos e descarregamos da aceleração maluca da cidade (exageradamente, doentiamente) grande do que aproveitar o mar e a praia.

Daí minha inércia preguiçosa ^^

Por outro lado estou com planinhos e planinhos em relação às minhas histórias para o "ano que vem" (entre aspas, já que pode ser já-já que aconteçam, mas é mais provável que seja em 2018 mesmo, o ano novo já tá ali virando a esquina) (incrível que 2017 esteja no fim, esse ano pareceu ser uns três somados de tão arrastado), e já estou me pilhando com Raquel e com as tirinhas, pedindo dicas e fazendo pesquisas pra ver quão segura é a trilha que quero arriscar =]
Teve uma (ex-)amiga que certa vez disse que vivo fazendo planinhos, mas disse de uma forma para me alfinetar, desdenhando. Talvez ela estivesse certa, mas prefiro assim: sonhando, pondo bonde pra andar, quebrando a cara. Talvez nada dê certo, raramente deu, mas sou daquelas pessoas que se divertem mais com a viagem do que com o destino, né? :P

(Sério, com tanta coisa legal pra se criar e se divertir fazendo, por que as pessoas queimam seus dias vendo televisão e falando mal dos outros no zapzap?)

Toda vez que recebo páginas do Miguel dá vontade de pedir desculpas pela minha incompetência: ele anda desenhando mais rápido do que (re)escrevo. E nem sempre fico feliz com os tons de cinza que coloco na arte dele. Às vezes acho que acerto, mas muitas vezes me pego tratando o sombreado como se fosse cores, pintando a página inteira. Aí falo alto "ai, anta", apago todo esse fruto de uma empolgação tosca e recomeço.

Falando em recomeços... na página 4, Raquel está consultando no celular um site cheio de imagens quebradas sobre Gádira. Caso tenham curiosidade, coloquei no site a página que usei para fazer o quadrinho. Não tem nada lá, além de imagens tiradas diretamente dos anos 90 da internet + texto em lorem ipsum misturado com coisinhas em português sem formatação nenhuma.
Curiosamente, eu fiz essa "página" dez anos atrás para uma versão anterior de Raquel, e lá a personagem consultava em um computador de mesa (aposto que com monitor de tubo).
O que dez anos fizeram com o mundo, né? E vinte então? Achei estes tempos o primeiro manuscrito da história (1995?) e lá tá assim, em toda glória de bic azul sobre folha de caderno universitário:

"Mas seu guia de cursos não registrava uma linha sobre curso nenhum daquela universidade, nem em química, nem em outra graduação. Por sinal, não encontrava a cidade de Gádira no mapa do estado e a sua Enciclopédia Universal, a melhor que ela conhecia, não sabia nada sobre a cidade nem na letra "G", nem em nenhum livro do Ano ou apêndice.

Mas achou referências na EPE (Enciclopédia de Pesquisa Escolar), uma daquelas tralhas que aqueles vendedores de porta em porta te empurram como a melhor coisa do mundo... em doze anos, Raquel raramente a usou, e só para ter alguma informação superficial sobre determinado assunto. Era assim também sobre Gádira: "Cidade e Município do Estado de São Paulo, com 823km² e 35.000 habitantes. Agropecuária e uma universidade particular. O natural ou habitante é gadiriano". Mas já era algo."

Cara, ela consultava enciclopédias, tinha DUAS em casa o.o

PS: quem não pegou a referência do que Raquel fala no último quadrinho, clique aqui :P O texto é quase tão velho quanto a personagem :)

Ei, quer receber tirinhas e páginas de Raquel no conforto do teu e-mail, muito antes de eu publicar no site? Cliquem aqui e preencham este formulário :D

Raquel (fanzine #1), página 2

Para quem não leu a primeira página, role o site pra baixo um pouquinho só ;) E, organizando meus papéis, descobri que o segundo fanzine Área foi feito inteiro (sempre lembrava que eram só as primeiras partes)(agora não me lembro se xeroquei e distribuí), então terei mais páginas de Raquel pra publicar e terei de fazer mais scans e correções do que planejava :PP

P.S: ontem postei no Wattpad o segundo capítulo de "Cia. de Asas", para quem quiser checar a história, cliquem aqui. Mas não esperem muito, sou relapso nesse tipo de postagem :| Para os mais apressados, tem três contos meus lá também: A Princesa e a Sombra, Xmas 2.0 e (Também quero), todas bem mais humoradas que Cia. de Asas.

AVISO: "site atualizado às terças e sextas, caso tenha novidades :P"

Se quiserem ler as tiras em inglês, algumas estão no DeviantArt ~> clique aqui!. Uma amiga está fazendo o trabalho e, se alguém precisar de serviços de tradutora, m'avisem que passo o contato dela =)
As últimas que foram ao ar são: 57 - Some days we just can't cheer our friends up =/ e 58 - Right Ear = the nice things. Left Ear = the bad things (2). Em português você as acha aqui: Falar dos Outros

Ei, quer receber as tiras por e-mail? Me avise: mushisanarrobayahoopontocom sem "br".

Transcrição:
"(Sono! Não dormi nada!)"
"Lasciate ogni speranza, voi ch'entrate!"*
"Agora não tem mais volta"
"que venha o primeiro fantasma"
"Ei! Vocês são Cláudio Ferreira, Raquel Cortez e Luís Santos? Sou da Universidade O.M.N.I. e vim buscá-los. Entrem!"
"Buuu!"
*Inscrição na porta do Inferno, de Dante: Deixai toda a esperança, vós que entrais"

Making of:

1

Find recent content on the main index or look in the archives to find all content.