June 2017 Archives


TRANSCRIÇÃO:

Natália: Maria, me ajuda a achar minha sala?
Maria: Claro! Conheço a escola toda!
Maria: Viu como foi fácil, Natália?
Natália: Ah, obrigada!
Natália: Você teoricamente não deveria enxergar muitíssimo bem?
Maria: Desculpaaa!
Placa: Banheiro Masculino


A história até agora: O desenhista Miguel Jacob redesenhou várias das primeiras tiras de Klara e Maria. Como o trabalho ficou lindo e vou demorar para finalizar a continuação do Leilão (onde os pais de Klara estão numa distante mansão com gente esquisita), decidi ir postar as páginas para um público maior :D

Para quem não lembra/viu, a página acima é baseada nessa sequência de tirinhas aqui:

Enquanto montava esse texto, tive de aturar um troll no twitter, do tipo que entra na conversa, expõe um monte de preconceitos já conhecidos e você sabe que não vai ouvir argumentos, só querem a confusão - seja por carência de emoções, seja por contrato (vai saber...).
Esse tipo de situação faz parte da vida internética desde antes de inventarem a internet, mas já pensei em fazer um texto sugerindo como lidar, dissecar estratégias de "argumentos" e contra-argumentar com exemplos retirados de algumas conversas que já tive. Mas nunca fiz esse texto e acho que nunca farei, não por medo de retaliação, mas preguiça mesmo :P

Tenho uma infinidade de textos que imaginei e que não saem pro mundo real pelo mesmo motivo.

Essa semana dediquei a finalizar um fanzine com as duas primeiras histórias de Raquel (não, esse não é o projeto secreto): há um tempo estou vendendo parte da minha coleção de gibis na internet e pra cada gibi que vendo, costumo mandar um velho MushiComics ou o último Sine Qua Non (que talvez saia um novo no segundo semestre, depende das condições meteorológicas do doutorado da namorada). Como os estoques desses dois zines estão acabando, decidi embalar Raquel nesse formato, pela primeira vez nesse século :P, e por para distribuir nesse mesmo canal.
Acho que vai valer muito como divulgação :)
Só que o zine precisava de textos apresentando a personagem e contexto, já que ia chegar de paraquedas para novos leitores desavisados, né? Então, gastei a SEMANA TODA em dois textos que caberão numa página de sulfite ¬¬ É por isso a preguiça em escrever: sou de...va...ga...r... ,@ö [isso é o emoticon de um caramujo, ok?], disperso e muitas vezes indeciso com o que vai pro texto ou não. Me ver digitando é um festival de tecla tecla tecla deleta deleta deleta. É mais um item na infinita lista de "corrigir em mim mesmo" =_=
E eu desenhando é a mesmíssima coisa. Minha lerdeza em produzir deve ser para compensar a velocidade em que falo ¬¬

(e, apesar disso tudo, eu até que produzo alguma coisa além de gás carbônico :) )


TRANSCRIÇÃO:

Raquel: "Raquel dentro dos escuros corredores da misteriosa e sinistra universidade.
Raquel: "seus passos ecoam, quebrando a quietude vigiada...
Raquel: ...pelas ancestrais paredes do alojamento."
Raquel: "e sei lá por que estou pensando como se narrasse a história da minha vida em ritmo de filme de terror...¬¬
Raquel: "...523, 525, 527, 529... 529...
Raquel: "...não tem quarto 530??!
Raquel: "e como é que é que eu tenho chave pro 539?????"

[Clique aqui para ler essa história completa]


TRANSCRIÇÃO:

Placa: DIRETORIA
Rafael: Você vai ver só, vou fazer te expulsarem da escola!
(alguém): "Você viu? Ele apanhou de uma menina..."
(alguém): "Pois é, uma mulher e mais nova..."
(alguém): "Ha, ha, ha, que fracão"
Rafael: Moça, se tirar a queixa as pessoas param de falar de mim?


A história até agora: O desenhista Miguel Jacob redesenhou várias das primeiras tiras de Klara e Maria. Como o trabalho ficou lindo e vou demorar para finalizar a continuação do Leilão (onde os pais de Klara estão numa distante mansão com gente esquisita), decidi ir postar as páginas para um público maior :D

Para quem não lembra/viu, a página acima é baseada nessa sequência de tirinhas aqui:

...e preciso começar a fazer material novo logo, o estoque de artes do Miguel tá acabando.


Estes dias cumpri minha parte no "projeto secreto" que estou discretamente falando por aí. Espero que seja a primeira de muitas^^ (entendedores devem ter pego o que é).

Também voltei a mexer no lendário wannabook ("tentativa de livro") que estou escrevendo há séculos. Pelo jeito vou reverter algumas decisões no enredo e seguir adiante... dá até para acreditar que quando sigo uma decisão errada na trama mas não percebo que estou errado, a estrutura da história começa a se sabotar e travar até chegar no ponto em que paro tudo por meses. Aí me dou conta da caquinha feita, corrijo (ou algo assim) e volto a andar. Espero.

Para quem não sabe, o livro acontece cerca de um ano após as tirinhas, com os mesmos personagens (mais ou menos) e mesmo bairro (mais ou menos também). Espero que ele fique pronto algum dia.... =_=




Povo de Sampa: a administração passada espalhou em vários locais da cidade "semáforos turísticos", que são os semáforos de pedestres modificados para homenagear um monumento ou região em que eles se encontram. Ilustrando esse texto, está o da Pinacoteca, mas eu (com dona namorada) já caçamos vários pela cidade afora:
Theatro Municipal
Prédio do Banespa
Liberdade (luminárias)
Liberdade (arco)
Monumento às Bandeiras
Edifício Copan
MASP
São Bento

Pátio do Colégio
(tenho outros fotografados, só falta colocar no blog mesmo)
O problema é que não encontro uma lista oficial de quais semáforos foram criados e onde estão. Há algum tempo achei uma listagem num site em espanhol, mas ela visivelmente tem erros: o edifício Itália nunca teve semáforo turístico até onde consegui levantar, e duvido que o da Ponte Octávio Frias de Oliveira (Ponte Estaiada) também exista. Se alguém souber de uma listagem (no site da CET tem nada), me avise ^^

...e espero que a atual administração atual mantenha essa sinalização diferentona a mantenha, mas duvido. Eles não se importaram nem com o terceiro maior evento turístico da cidade =_=

Sair fotografando isso é uma maneira divertida de conhecer a cidade em que vivemos, e como o casal aqui GOSTA de andar, é mais uma desculpa para bater perna pela metrópole :) (sim, caçamos Mônicas e a leva recente de vacas da Cow Parade :) )


E é só, sem lorem ipsum dessa vez :P


TRANSCRIÇÃO:

Mário: Olá, vocês são Raquel Cortez, Jamil Pedro e Rodrigo Mello?
Mário: Meu nome é Mário, sou da Universidade O.M.N.I. e vim busca-los, entrem!
Raquel: "Ninguém abriu a boca o trajeto todo, nem Mário, que não tirava um sorriso estranho da cara...
Raquel: Quinze minutos depois, estavamos no campus: grande, vários prédios, arborizado, pessoinhas andando ao longe.
Raquel: E uma grande torre no centro de tudo."
Mário: Bom, vocês descem aqui no conjunto residencial: peguem estas chaves dos alojamentos separados para vocês e em meia hora um guia os levará para conhecer todo o campus. Bom dia, e até mais.
Raquel: E o tal Mário vai embora... (apressado ele, não?)

[Clique aqui para ler essa história completa]


TRANSCRIÇÃO:

pai de Canjo: Te comprei um presente, Canjo! Você vai se divertir muito com os seus amigos!
Canjo: Obrigado pai!
Canjo: Agora só faltam os amigos...
Canjo: Vamos brincar, Luigi?
Luigi: Não sou criança
Canjo: Vamos brincar, Nina?
Nina: Isso é brincadeira de menino, Canjo


A história até agora: O desenhista Miguel Jacob redesenhou várias das primeiras tiras de Klara e Maria. Como o trabalho ficou lindo e vou demorar para finalizar a continuação do Leilão (onde os pais de Klara estão numa distante mansão com gente esquisita), decidi ir postar as páginas para um público maior :D

Para quem não lembra/viu, a página acima é baseada nessa sequência de tirinhas aqui:


...e é mais um caso que a versão cover filho melhor que a original :)

Os Agostini (a família rica do bairro onde Klara e outros personagens vivem) (batizados em homenagem à Angelo Agostini, pioneiro do quadrinho nacional) tiveram mais algumas poucas tiras: a família toda foi para uma viagem de negócios e o enredo acabou repentinamente com os três irmãos Agostini (Nina, Canjo e Luigi) sendo retirados de cena. Mais uma história que preciso retomar e eventualmente concluir =_='

Luigi, por sinal, é protagonista do meu único conto impresso, m3d0. Talvez eu coloque ele na seção "secreta" do site (exclusiva para assinantes da newsletter :P)


Na última postagem falei por alto do meu "trauma" com colaboradores em quadrinhos, mas se reclamar apenas vou ser injusto com quem transformou meus textos em imagens mil vezes mais legais do que eu conseguiria ^^
Entre eles, além do próprio Miguel (que espontaneamente refez algumas de minhas tiras), tem a Rafaela QB que fez uma página fofa para Klara e seus pais ^^ Fora gente que perdi contato nessas curvas da vida: Waleska Ruschel, aka Wa-chan, que fez uma versão própria de um conto meu (ela há alguns anos publicou uma HQ própria), Aurell Tenshi, que foi desenhista de Cia. de Asas, outra história que quero retomar um ano desses, entre outros :)

Devo ter esquecido muita gente, mas minha vida tem tantas camadas geológicas de gente que veio e gente que foi e gente que permanece que é impossível se lembrar de todo mundo assim, sem preparação :P


Para encerrar por hoje, que era pra ter sido entregue terça,(da próxima vez vou preencher aqui de lorem ipsum, ninguém vai perceber), três sugestões de newsletters sobre quadrinhos (e não só) que assino:
Lista do Zé - http://bit.ly/listadoze - do roteirista Zé Wellington, premiado com um HQ Mix ano passado. Periodicidade mensal ^^
Superfuzz - http://tinyletter.com/superfuzz - do Raphael Fernandes, editor da editora Draco e ex-editor da revista Mad. Fala de quadrinhos, fala de música, tem entrevistas e até leitura de cartas de tarô - praticamente uma revista em sua caixa postal. Estava sendo atualizado quase semanalmente, agora parece estar em hiato.
Consciência Transmitente - http://andycorsant.blogspot.com.br/p/newsletter.html - do Andy Corsant, quadrinista. Começou há pouco, então acho que ainda está para ganhar uma "cara", mas a primeira edição começou dando de tipografia e copics markers.

Legal desse formato de newsletter é receber as novidades, às vezes sem aviso, na tua caixa postal, para ler quando você quiser, no teu ritmo, e lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum, se você quiser indicar essa newsletter para seus amigos (ou inimigos, vai saber) assinarem, indiquem esse endereço: http://quadr.in/news


TRANSCRIÇÃO:

Raquel: Fiquei cismada, pesquisei e não achei nada sobre esta universidade, nem sobre a cidade onde ela fica -- Gádira. Nadanadanada.
Raquel: Mas... mesmo assim decidi arriscar ir comnhecer a OMNI, é de graça -- até o busão
Placa: Gádira: 2km
Raquel: E não quero aguentar mais um ano de cursinho.
Raquel: Ou ouvir irmão me chamando de inútil, ou arriscar ver certa pessoa. :/
Raquel: Vida chata... quem sabe agora, mudando de cidade e de rotina eu agito as coisas para melhor?
Raquel: Encontro um anjo salvador ao fim deste mistério?
Raquel: Estou apreensiva, curiosa e confusa.
Raquel: Bom, agora não tem mais volta.

[Clique aqui para ler essa história completa]

About this Archive

This page is an archive of entries from June 2017 listed from newest to oldest.

May 2017 is the previous archive.

Find recent content on the main index or look in the archives to find all content.